sexta-feira, 27 de agosto de 2010

A Cidade de João Monlevade,bairros ,principais ruas e avenidas

município leva o nome do engenheiro francês Jean-Antoine Félix Dissandes de Monlevade que, ao chegar ao Brasil em 1817, fundou em 1825 a primeira usina siderúrgica do país, ainda presente na cidade.A Câmara Municipal de João Monlevade começou a funcionar em 1965, quando foram abertos os trabalhos de sua instalação, em solenidade realizada no Salão Nobre da Prefeitura. A solenidade teve início às 13h45min, do dia 5 de dezembro e foi presidida pelo Juiz da Comarca de Rio Piracicaba, Murillo Furtado Gomes
No entanto, os fatos históricos que resultaram na emancipação de João Monlevade, em 1964 e na consequente instalação do poder legislativo municipal, começaram a ser escritos no século XIX, com a chegada ao Brasil do engenheiro francês, Jean Antoine Felix Dissandes de Monlevade. Com 28 anos, Jean de Monlevade desembarca no Rio de Janeiro, no dia 14 de janeiro de 1817. Formado em Engenharia de Minas, o jovem francês segue para a província de Minas Gerais, onde adquiriu terras na comarca de São Miguel do Piracicaba. Ali, ele construiu sua Forja Catalã e sua moradia, o Solar Monlevade. Anos depois, o francês constituiu sua família, casando-se em 1827, com a sobrinha do Barão de Catas Altas, Clara Sophia de Souza Coutinho, com quem teve dois filhos, João Pascoal e Mariana. Jean de Monlevade veio a falecer em 14 de dezembro de 1872.



Próximo às terras do francês formou-se gradativamente um pequeno povoado, constituído principalmente de agricultores. Cortados por alguns córregos, as terras eram relativamente férteis, o que possibilitava aos habitantes do lugarejo tirar o seu sustento. Vestidos geralmente de branco, os habitantes do pequeno povoado atravessavam as colinas da região, o que lhes rendeu o apelido de “Carneirinhos”, nome que posteriormente seria dado a aquela localidade.

Durante vários anos Carneirinhos viveu a sombra do progresso que vinha das terras de Monlevade e na dependência econômica de Rio Piracicaba, sede do município desde 1911. Em 27 de dezembro de 1948, com a promulgação da Lei Estadual número 336, criou-se o Distrito de João Monlevade, integrando numa só circunscrição administrativa as antigas terras de Jean de Monlevade e as propriedades dos Carneirinhos, desanexadas do município sede que era Rio Piracicaba.

Com a elevação do distrito de João Monlevade ocorre a criação da Paróquia São José Operário e a nomeação do seu primeiro pároco, o Cônego José Higino de Freitas. Em seguida começam a funcionar várias entidades e órgãos de grande valor histórico para o distrito, em 1949 é instalado o Cartório de Registro Civil, em 1951 é criado o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos, em 1952 é inaugurado o Hospital Margarida, em 1955 é criado o Ginásio Monlevade, e em 1958 é formada a Comissão Pró Emancipação.

Como o próprio nome sugere, a Comissão de Emancipação foi criada com o intuito de lutar pela emancipação de João Monlevade. Integraram a Comissão, o presidente, Germin Loureiro; os membros, Randolfo Moreira de Souza, José Loureiro, Alberto Pereira Lima, Wander Wanderley de Lima, e Carlos Caldeira; os colaboradores, Vereador Benedito Marcelino, Padre João Batista Gomes Neto, Geraldo de Paula Santos, Antônio Loureiro Sobrinho, Gentil Bicalho, Oswaldo Silva, Olímpio Carvalho Lage, José Pedro Machado, Astolfo Linhares, Alonso Leite, Raimundo José Caldeira e Pedro José Caldeira. Após movimentarem os corredores da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, a Comissão de Emancipação consegue que em 29 de abril de 1964, o distrito de João Monlevade seja elevado a município.
Consumada a emancipação, é nomeado intendente, Bolívar Cardoso da Silva, que instala o Governo Municipal. Em seguida é realizada as primeiras eleições municipais, e no dia 5 de dezembro de 1965 é instalada a primeira Câmara Municipal, constituída dos seguintes vereadores: Sebastião Batista Gomes (Presidente), João Amaro Gomes (vice-presidente), Ronaldo Frade (Secretário), Acrísio Engrácio Pires, Amaro Zacarias Gorgozinho, Carlos Caldeira, Francisco Rosa Alves, Jonathas de Oliveira, José Ferreira Soares, José de Oliveira Couto, José Pedro Machado, Laudelino Antônio da Fonseca e Vicente Corrêa Domingues. Após a posse dos vereadores, em palanque armado na Praça Sete de Setembro, essa Câmara Municipal empossa o primeiro prefeito de João Monlevade, Wilson Alvarenga, e seu vice-prefeito, Josué Henrique Dias.

A cidade é cortada por dois rios: o Rio Piracicaba e o Rio Santa Bárbara.
A principal fonte de renda da cidade é a Arcelor Mittal Monlevade, antiga Belgo Mineira a empresa pertencente ao maior grupo siderúrgico do mundo.

João Monlevade possui cerca de 2.500 pequenas indústrias e prestadores de serviços, que vêm contribuindo para o crescimento e desenvolvimento do município, em especial nos ramos de forjaria, prestação de serviços, serralheria, usinagem, caldeiraria e construção civil

O comércio de João Monlevade está num bairro distante da ArcellorMittal Monlevade, o bairro de Carneirinhos, embora haja pequenos núcleos comerciais em outros bairros, como no bairro Loanda. A maioria do comércio da cidade é do setor de vestuário e calçados, mas também há grande movimentação no setor de serviços, eletrônicos, automóveis e supermercados. Um dos supermercados que "dominam" o comércio de bens não-duráveis anunciou que uma de suas lojas seja ampliada e se transformará no Shopping Monlevade. João Monlevade tem experimentando nos últimos anos, um desenvolvimento comercial crescente. Encontra-se instaladas na cidades franquias de diferentes segmentos como Localiza, Yes Rent a Car, Hertz, Cacau Show, o Boticário, Lacqua di Fiori. Além disso a cidade ganhou nos últimos meses duas novas concessionárias de automóveis a Saitama (Honda) e a Barão Motors (Mitsubishi). Considerada cidade-pólo regional devido ao seu comércio diversificado em João Monlevade encontram-se também grandes redes nacionais do varejo como Ricardo Eletro, Magazine Luiza e Ponto Frio.

Bairros     :João Monlevade conta com, ao todo, 66 bairros, sendo eles:

ABM

Aclimação

Alto Novo Cruzeiro

Alvorada

Amazonas

Areia Preta

Bairro Baú

Belmonte

Boa Vista

Campos Elíseos

Carneirinhos

Centro Industrial

Chácara Coqueiros

Cidade Nova

Cruzeiro Celeste

Curumbiara de Vanessa

Ernestina Graciana

Estrela Dalva

Estância Burian

Industrial

Ipiranga

Jacuí

JK

José Alencar

José Elói

Laranjeiras

Loanda

Lourdes

Lucília

Mangabeiras

Metálurgico

Monte Sagrado

Nova Esperança

Novo Aclimação

Nova Monlevade

Novo Cruzeiro

Novo Horizonte

Ns. Conceição

Ns. Rosário

Pacas

Paineiras

Palmares

Pedreira

Petropólis

Primeiro de Maio

Promorar

Recanto Paraíso

República

Santa Bárbara

Santa Cecília

Santa Cruz

São Benedito

São Geraldo

São João

São Jorge

Satélite

Serra do Egito

Sion

Santo Hipólito

Tanquinho 1

Tanquinho 2

Teresópolis

Tieté

Vale do Sol

Vera Cruz

Vila Tanque
 
Principais ruas e Avenidas

Dentre outras, são as principais vias de acesso:

Avenida Getúlio Vargas

Avenida Wilson Alvarenga

Avenida Castelo Branco

Avenida Gentil Bicalho

Avenida Armando Fajado

Avenida Resplendor

Avenida Aeroporto

Avenida Alberto Lima

Avenida do Contorno

Avenida Amazonas

Rua Nova York

Rua Ricardo leite

Rua do Andrade